​​​​​​​​ 

Editado pela primeira vez em 2004, o livro Quebra de Contrato traduz o esforço do grupo Mendes Júnior para tornar públicas informações documentadas sobre dois dos maiores contenciosos jurídicos do Brasil: o caso Chesf e o dossiê Iraque (caso Banco do Brasil).

O livro foi fruto de uma extensa pesquisa e está ancorado em documentos oficiais e decisões jurídicas transitadas em julgado.

Escrito por Murillo Mendes e Leonardo Attuch,  o Quebra de Contrato traz ainda entrevistas com personalidades e figuras relevantes no cenário brasileiro.

 

“O caso Mendes Júnior é a maior pendência judicial do País porque o governo sempre se recusou a enfrentar as conseqüências de seus atos”

Antônio Delfim Netto, ex-ministro da Fazenda

 

“O que a Mendes Júnior busca é simplesmente fazer com que, num Estado de Direito, prevaleça a Justiça”

Ives Gandra Martins, jurista

 

“Murillo Mendes é um pioneiro. Foi o primeiro brasileiro a se lançar na competição internacional e vencer concorrentes que dispunham de armas muito superiores às nossas”

Eliezer Batista, ex-ministro das Minas e Energia e criador da Vale do Rio Doce

 

"Depois da crise da dívida externa, a Mendes Júnior deixou de ser apenas uma empresa para se transformar em um instrumento de governo"

Carlos Santanna, ex-presidente da Petrobrás

 

“O relacionamento Brasil-Iraque, que salvou o Brasil na crise do petróleo, teve dois pilares: Mendes Júnior e Petrobras”

Armando Guedes, ex-presidente da Petrobrás

​​